Beleza sem bisturi

Ácido Hialurônico

Versátil e seguro, o preenchimento com ácido hialurônico é uma das técnicas preferidas pelos os especialistas. Confira indicações e detalhes desse método:

Imagine um produto que pode ser utilizado para hidratar a pele, tirar rugas e linhas finas do rosto, minimizar olheiras, exterminar os furinhos da celulite e aumentar os seios. Nossa! Parece ser impossível, mas existe no mercado uma substância que promete tudo isso e mais um pouco, sem procedimento cirúrgico: o ácido hialurônico. Utilizado desde a década de 90 pelos especialistas, o produto foi mundialmente consagrado devido a sua versatilidade e segurança. Indicado para preenchimentos de diversas regiões do corpo, esse ácido é seguro e eficaz no tratamento de reposição de colágeno e volumes corporais. Muitas sustâncias novas são lançadas anualmente, mas somente ele chegou ao patamar de ser o preferido nas escolhas dos dermatologistas e cirurgiões plásticos do mundo todo.

Um dos motivos desse sucesso se deve à biocompatibilidade, já que o ácido hialurônico é uma substância que existe no organismo, na matriz celular. Por isso, é muito difícil de desencadear reações alérgicas. Além disso, ele é reabsorvível e, portanto, não é permanente.

O que diferencia cada tipo de ácido hialurônico é a ligação entre as moléculas. É a densidade de cada produto que determina a indicação e a durabilidade. Alguns são utilizados em rugas mais finas, como nos lábios, por exemplo. Já outros, cuja densidade é maior, são usados para preencher sulcos e seios. Portanto, as fábricas produzem este ácido em concentracões diferentes para os lábios, sulco nasolabias ou mais recentemente, em concentração maior para preenchimentos mais profundos para proporcionar volume”.

Rosto

Entre as melhores indicações do ácido hialurônico estão os preenchimentos de rugas finas dos lábios e do sulco nasogeniano (aquele que vai do nariz até a boca). Deve ser evitado qualquer preenchimento na região entre os supercílios (glabela) sob o risco de cegueira. A durabilidade do preenchimento depende do tipo de pele, da marca do produto e da concentração utilizada. As aplicações faciais duram em média oito meses.

Para não doer, é utilizada anestesia tópica. Para quem tem mais sensibilidade à dor, é possível fazer com anestesia local, de dentista. De qualquer forma, o processo é rápido e muito suportável. Segundo a especialista, só não podem fazer preenchimentos faciais com ácido hialurônico quem se enquadra nas seguintes situações: alergia a algum componente da fórmula, gestantes, mulheres que estão amamentando, portadores doenças auto-imunes, quem está tomando corticóide, pessoas com problemas de coagulação de sangue, e quem está com herpes ou algum machucado no local.

Celulite

O ácido hialurônico também pode ser utilizado para preencher as depressões causadas pela celulite. Geralmente utilizadas nas depressões mais evidentes da celulite.

Seios

O aumento de mamas com ácido hialurônico é um procedimento recente e ainda causa controversas entre os especialistas. A técnica não é invasiva e não precisa de anestesia geral. É uma opção para turbinar o visual de quem tem medo de enfrentar uma cirurgia plástica.

Porém, ainda carece de estudos. O que devemos levar em consideração também o custo benefício pois o volume a ser injetado é grande e o tempo de permanência avaliado é de 2 anos.

Além disso, o método é caro e varia de R$ 15 a R$ 17 mil. Portanto, quem quer turbinar o visual para valer, a prótese de silicone ainda é a mais indicada.

Cosméticos

Cremes à base de ácido hialurônico também são interessantes para quem quer hidratar a pele, pois a substância possui uma molécula que retém água e, por isso, promove uma hidratação profunda e suaviza as rugas mais leves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *