Hospital Sírio-Libanês

Hospital Sírio-Libanês

A preocupação do Hospital Sírio-Libanês de oferecer um atendimento humanizado e acolher os pacientes e acompanhantes com toda a atenção que merecem está presente desde o momento em que a internação é agendada.

Os andares são divididos por especialidade, para proporcionar um atendimento com foco nas necessidades específicas de cada paciente. Unidade de internação geral do Hospital Sírio-Libanês oferece três tipos de acomodações: quarto, suíte e suíte com terraço, todas com itens de conforto, como telefone, geladeira, canais de TV por assinatura e sofá-cama.

 

Centro Cirúrgico

A condição de pioneirismo presente ao longo da história do Hospital Sírio-Libanês é também um importante diferencial de seu Centro Cirúrgico.

Nessa unidade foram realizadas algumas cirurgias inéditas no país, como a primeira separação de gêmeos craniópagos, o primeiro transplante intervivos duplo (rim e fígado) e o primeiro transplante intervivos de criança receptora com peso inferior a 10 quilos.

O Centro Cirúrgico do HSL também foi pioneiro no estabelecimento de estrutura e treinamento continuado para atendimento a pacientes com via aérea difícil.

Em cirurgia robótica, foi precursor em diversos procedimentos: prostatectomia, ressecção transoral de tumor de faringe, nefrectomia, pieloplastia, histerectomia e retossigmoidectomia, gastrectomia, septação gástrica, hepatectomia, pancreatectomia, correção de Hérnia de hiato, lobectomia pulmonar e retirada de artéria mamária, para revascularização convencional.

 

Segurança do Paciente

No Centro Cirúrgico do HSL são seguidas com rigor todas as orientações da Organização Mundial da Saúde, Ministério da Saúde e Joint Commission International relacionadas à segurança do paciente. Para garantir a execução dos procedimentos recomendados, foram implantados processos que asseguram a realização da cirurgia certa, no paciente certo e no lado certo (processos de lateralidade e Time-out).

Esses procedimentos são seguidos nos diversos momentos que envolvem uma cirurgia:

  • Agendamento da cirurgia: levantados dados completos e telefone do paciente, procedimento a ser realizado, sítio operatório e materiais necessários;
  • ‘Forecast’ com 48 horas e 24 horas de antecedência: verificação de eventuais problemas com materiais, equipamentos e horários;
  • Recepção do paciente: confirmação do mapa cirúrgico e colocação de pulseira de identificação;
  • Admissão do paciente na Unidade de Internação: recepção pela enfermagem e pelo anestesista e demarcação do local pelo cirurgião, com caneta especial;
  • Check-in no Centro Cirúrgico: verificação do preenchimento dos impressos obrigatórios, confirmação da demarcação do paciente e sinalização de alergia, com uso de placas coloridas;
  • Time-out antes da indução anestésica: confirmação do paciente correto, procedimento planejado correto, lado a ser operado correto, posicionamento correto, antibioticoprofilaxia e presença de todos os equipamentos e materiais na sala.

A marcação deve ser feita no andar, com o paciente acordado ou, na impossibilidade, na presença de um acompanhante.

 

Diferenciais e Estrutura

O Centro Cirúrgico do Hospital Sírio-Libanês dispõe de 19 salas, equipadas com foco de tecnologia LED, mesas Magnuns/Maquet de última geração e sistemas integrados de vídeo.

Nesse conjunto, há duas salas inteligentes: uma específica para neurocirurgia e uma para neuronavegação com ressonância magnética acoplada SPREE, para pacientes com claustrofobia ou obesos. Há também duas salas para cirurgia de tratamento de doença de Parkinson e uma sala para cirurgias vasculares. O Centro Cirúrgico possui, ainda, 20 postos de recuperação anestésica.

O setor tem capacidade para realizar 1.200 cirurgias por mês, das quais 70% de médio ou grande porte.

A implantação do Centro Cirúrgico foi planejada em cada detalhe para oferecer a máxima segurança ao paciente. Os materiais utilizados seguem o conceito do fluxo unidirecional, o que impede que o material estéril jamais se cruze com materiais usados, reduzindo acentuadamente os riscos de contaminação.

Também a circulação do ar foi programada para direcionar a corrente para fora da sala cirúrgica, evitando que o ar dos corredores penetre nesse ambiente.

Além disso, a qualidade do ar também passa por rigoroso controle, para detecção de partículas e micro-organismos. A temperatura e a umidade são determinadas por controle central, embora seja possível também regular separadamente as condições em cada sala, de acordo com o procedimento realizado e com a preferência da equipe cirúrgica.

A recuperação anestésica está instalada no coração da unidade, o que permite uma melhor assistência da enfermagem no período pós-operatório.

 

Endereço

Hospital Sírio-Libanês
Rua Dona Adma Jafet, 91 - Bela Vista, São Paulo - SP, Brasil
Rotas para este hospital